Uma Certa Idéia do Mundo, de Alessandro Baricco

Resenha e notas de Uma Certa Idéia do Mundo, de Alessandro Baricco

Eu leio Seda y Terras de cristal por Alessandro Baricco há muitos anos. O primeiro reli muitas vezes, o segundo se perdeu em minha memória, mas tenho este autor em alta consideração. Então, quando vi este livro de revisão na biblioteca, não pensei sobre isso. Gosto de ver o que as pessoas que leio lêem :)

Uma certa ideia do mundo é um livro de resenhas de livros. Não dos livros que você mais gosta, mas dos livros que você gostou em um período de aproximadamente 1 ano. entre 2011 e 2012.

São 50 livros, cada um com uma resenha de cerca de 3 páginas, onde nos conta suas impressões, o enredo ou uma história relacionada ao livro. É um livro de livros, um gênero no qual podemos incluir 84 Charing Cross Road.

Tudo escrito e contado de uma forma realmente delicada.

Eu não vou me estender. Eu apenas anoto os livros que você analisa e quais me interessaram caso eu os encontre na biblioteca ou por um bom preço.

O que os intelectuais sabem fazer?

Eles sabem como nomear as coisas

Christa Wolf

Livros que me interessaram

  1. As raízes do Romantismopor Isaiah Berlin
  2. Poeira Americanapor Richard Brautigan
  3. Exercícios espirituais e filosofia antigapor Pierre Hadot
  4. A visita do médico da câmarapor Per Olov Enquist
  5. Democrazia: Coisa può fare one scrittore?, de Antonio Pascale e Luca Rastello
  6. Mulheres no século XNUMXpor Edmond e Jules Goncourt
  7. Desce Moiséspor william Faulkner
  8. Abelhas e aranhas: a disputa dos antigos e modernospor Marc Fumaroli
  9. Magellan: O homem e sua açãopor Stefan Zweig
  10. A princesa prometidapor William Goldman
  11. Infortúniopor JM Coetzee
  12. Em nenhum lugar. Em algum lugarpor Christa Wolf
  13. O gatoperdopor Giuseppe Tomasi di Lampedusa
  14. As histórias de faroeste completaspor Elmore Leonard
  15. O Partenonpor Mary Beard
  16. Uma história comovente, incrível e ótimapor Dave Eggers
  17. Em casa. Uma breve história da vida privadapor Bill Bryson
  18. Discurso sobre o métodopor Descartes
  19. Café da manhã na Tiffany'spor Truman Capote
  20. Na corte do lobopor Hilary Mantel
  21. Die Kultur der Niederlagepor Wolfgang Schivelbusch
  22. Melancoliapor jon Fosse
  23. O herege e o cortesão. Spinoza, Leibniz e o destino de Deus no mundo modernopor Matthew Stewart
  24. Históriaspor Heródoto
  25. 2666por Roberto Bolaño
  26. O império irresistívelpor Victoria de Grazia
  27. Napoleão em Moscoupor Anka Muhlstein

Livros que não me interessaram

  1. Abrir. Recordaçõespor Andre Agassi
  2. Olive Kitteridgepor Elizabeth Strout
  3. Fantozzi totalpor Paolo Villaggio
  4. Anatomia de um instantepor Javier Cercas
  5. Storia delle idee de cálciopor Mario Sconcerti
  6. A Guerra do Peloponesopor Donald Kagan
  7. A trilogia Adamsbergpor Fred Vargas
  8. Trilogia O Sábio do Século: A Fonte Transborda, Esta Noite Real, Prima Rosamund, de Rebecca West
  9. Bangkokpor Lawrence Osborne
  10. Divina Suzanne Lenglen, a maior jogadora de tênis do mundopor Gianni Clerici
  11. A casa das belas adormecidaspor Yasunari Kawabata
  12. Padre Pio. Miracoli e política nell'Italia del Novecentopor Sergio Luzzatto
  13. O lutador das sombraspor Inka Parei
  14. A pelepor Curzio Malaparte
  15. Um romance sobre três pernas. A busca obsessiva de Glenn Gould pelo piano perfeitopor Katie Hafner
  16. Tempos difíceispor Charles Dickens
  17. Praia de Chesilpor Ian McEwan
  18. Dicionário do Diabopor Ambrose Bierce
  19. Claus e lucaspor Agota Kristof
  20. Cultura nazista. Vida intelectual, cultural e social no Terceiro Reichpor George L. Mosse
  21. Le scimmie soou inadvertidamente uscite dalla gabbiapor Dario Voltolini
  22. Pagamento de sabadopor Beppe Fenoglio
  23. Autobiografiapor Charles Darwin

Outras notas

Me diverte quando ele dá seu ponto de vista sobre romances policiais ou thrillers e comenta que não vê graça em ter que esperar para ler um livro inteiro apenas para descobrir quem é o assassino.

E quando ele comenta que não vai mais ler romances, apenas ensaios, que quer livros que lhe ensinem alguma coisa. Embora, como vemos em sua história, ele continue com os romances. Mas essa frase traz de volta muitas lembranças, porque é a que nosso professor de filosofia costumava nos contar no colégio. Leia também coisas que ensinam algo a você. E com a idade, deixei de ler nenhum ensaio e passei a ser o gênero que domina minha leitura.

Algo que gostei muito e que ainda coloco nas minhas "resenhas" é que começa contando como veio aquele livro. Porque alguém te recomendou, porque você viu a capa e gostou, porque você leu em uma revista, etc. Fiquei muito interessado nesta mini anedota com a qual ele começa a falar sobre cada livro.

Deixe um comentário